Category Archives: Melhor Saúde Animal

FRIO 2017: COMO PROTEGER?



Frio guia 2017: Como proteger pessoas e animais de companhia? A Direcção Geral de Saúde alerta para os perigos da vaga de frio que se aproxima. O frio intenso pode trazer diversos perigos para a sua saúde e dos seus “queridos” animais de companhia principalmente cães e gatos. Previna-se protegendo-se e protegendo-os devidamente com medidas simples mas eficazes.

Artigo actualizado em Janeiro de 2017

Mais à frente neste artigo relembro também o que são as frieiras causadas pelo frio e qual o melhor tratamento.

Neste artigo vou tratar as seguintes questões:

  • Quais as medidas aconselhadas pela Direcção Geral de Saúde na protecção contra o frio?
  • Qual a melhor alimentação para se proteger do frio?
  • Quais os outros cuidados a ter com o frio?
  • Quais as pessoas mais vulneráveis ao Frio?
  • Como proteger do frio?
  • Frieiras causadas pelo frio: O que são?
  • Frieiras: Qual o melhor tratamento?
  • Como evitar as frieiras?
  • Como proteger do frio os animais?
  • Quais os animais mais vulneráveis ao frio?
  • Quais os cuidados a ter com as fontes de calor?
  • Como reforçar a alimentação dos animais?

EBOOKS + ARTIGOS EM PDF + VIDEOS + 100 RECURSOS

Por vezes, num minuto, encontramos uma informação tão preciosa que muda a nossa vida e saúde de forma extraordinária!

You have Successfully Subscribed!

Clique na imagem para saber tudo:

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

PORQUE FAZ BEM TER UM CÃO?

Será que ter um cão faz bem à saúde ? Descrevemos 20 argumentos científicos para fortalecer a sua opinião e descobrir ou confirmar porque tão especial ter um cão! Este post é muito especial! Leia até ao fim para saber porquê!

20 razões de saúde para ter um cão !

1. Ter cão provoca menos alergias

Os estudos mostram que as crianças que vivem com cães têm menos alergias. O sistema imunitário das crianças com cães entra em contacto mais cedo com vários alergénios do meio ambiente transportados pelo cão fazendo com que sejam reconhecidos e tolerados pelo nosso organismo e evitando o aparecimentos de muitas alergias.

Além disso é muito mais habitual os humanos serem alérgicos ao pelo do gato do que ao pêlo do cão.

2. Ter um cão melhora o humor

Ter um cão reduz a ansiedade e o stresse associado. Ajudam a baixar os niveis de cortisol (hormona que origina irritabilidade) e aumentam os de serotonina (neurotransmissor que melhora o humor).

3. Ter um cão faz bem ao coração

Os donos de cães que tiveram ataque cardiaco têm uma taxa de recuperação superior à média e uma menor taxa de mortalidade por doença cardiaca. Não há dúvidas, ter cão faz bem à saúde cardiaca.

4. Ter um cão ajuda a baixar a tensão arterial

Ter um cão ajuda a baixar os niveis de cortisol (hormona que origina irritabilidade) e aumentar os de serotonina (neurotransmissor que melhora o humor) isso provoca também uma queda da tensão arterial nos doentes hipertensos.

5. Mais actividade física

Os cães têm de brincar e passear, certo? Então os donos de cães têm em média mais tempo de exercício pelo que basta 30 minutos de caminhada para baixar o risco de muitas doenças.

6. Menos colesterol e triglicéridos

Estudos mostram que os donos de cães tendem a ter menores niveis de colesterol e triglicéridos. Os investigadores julgam que tal acontece por serem mais activos.

7. Ter um cão combate a depressão

Tratar de cães leva à libertação de serotonina e dopamina que são neurotransmissores com acção antidepressiva. Além disso os cães são óptimos ouvintes!

8. Podem ser terapeutas profissionais

Muitos conselheiros usam cães nas sessões de terapia e há muitas organizações que também os usam para tratar inumeras deficiências quer físicas quer cognitivas.

9. Parceiros no cancro

Há investigação, sobre o cancro, a ser realizada  quer nos humanos quer nos cães. Como os cães podem desenvolver tipos de cancro semelhantes aos humanos, a investigação beneficia ambos. Além disso estudos provam que cães devidadente treinados podem detectar pelo olfacto alguns tipos de cancro como é o caso do cancro colorectal e da tiroide, alertando precocemente o seu dono para a necessidade de se deslocar ao médico.

10. Sentido de comunidade

Os donos de cães adoram conversar uns com os outros sendo por isso um óptimo argumento para começar conversas e ajudar os mais tímidos  a deixar o habitual isolamento.

Clique na imagem para saber as restantes 10 razões de saúde para ter um cão e muito mais!

Cão e saúde melhorsaude.org melhor blog de saude

20 RAZÕES DE SAÚDE PARA TER UM CÃO !

Será que ter um cão faz bem à saúde ? Descrevemos 20 argumentos científicos para fortalecer a sua opinião e descobrir ou confirmar porque é tão especial ter um cão! Este post é muito especial! Leia até ao fim para saber porquê!

20 razões de saúde para ter um cão !

1. Ter cão provoca menos alergias

Os estudos mostram que as crianças que vivem com cães têm menos alergias. O sistema imunitário das crianças com cães entra em contacto mais cedo com vários alergénios do meio ambiente transportados pelo cão fazendo com que sejam reconhecidos e tolerados pelo nosso organismo e evitando o aparecimentos de muitas alergias.

Além disso é muito mais habitual os humanos serem alérgicos ao pelo do gato do que ao pêlo do cão.

2. Ter um cão melhora o humor

Ter cão reduz a ansiedade e o stresse associado. Ajudam a baixar os niveis de cortisol (hormona que origina irritabilidade) e aumentam os de serotonina (neurotransmissor que melhora o humor).

3. Ter um cão faz bem ao coração

Os donos de cães que tiveram ataque cardiaco têm uma taxa de recuperação superior à média e uma menor taxa de mortalidade por doença cardiaca. Não há dúvidas, ter cão faz bem à saúde cardiaca.

4. Ter um cão ajuda a baixar a tensão arterial

Ter cão ajuda a baixar os niveis de cortisol (hormona que origina irritabilidade) e aumentar os de serotonina (neurotransmissor que melhora o humor) isso provoca também uma queda da tensão arterial nos doentes hipertensos.

5. Mais actividade física

Os cães têm de brincar e passear, certo? Então os donos de cães têm em média mais tempo de exercício pelo que basta 30 minutos de caminhada para baixar o risco de muitas doenças.

6. Menos colesterol e triglicéridos

Estudos mostram que os donos de cães tendem a ter menores niveis de colesterol e triglicéridos. Os investigadores julgam que tal acontece por serem mais activos.

7. Ter um cão combate a depressão

Tratar de cães leva à libertação de serotonina e dopamina que são neurotransmissores com acção antidepressiva. Além disso os cães são óptimos ouvintes!

8. Podem ser terapeutas profissionais

Muitos conselheiros usam cães nas sessões de terapia e há muitas organizações que também os usam para tratar inumeras deficiências quer físicas quer cognitivas.

9. Parceiros no cancro

Há investigação, sobre o cancro, a ser realizada  quer nos humanos quer nos cães. Como os cães podem desenvolver tipos de cancro semelhantes aos humanos, a investigação beneficia ambos. Além disso estudos provam que cães devidadente treinados podem detectar pelo olfacto alguns tipos de cancro como é o caso do cancro colorectal e da tiroide, alertando precocemente o seu dono para a necessidade de se deslocar ao médico.

10. Sentido de comunidade

Os donos de cães adoram conversar uns com os outros sendo por isso um óptimo argumento para começar conversas e ajudar os mais tímidos  a deixar o habitual isolamento.

11. Ossos mais fortes

Passear o cão é uma actividade física ligeira que envolve a utilização da nossa força em proporção do peso do cão, que fortalece as nossas articulações e os musculos e por essa via torna os nossos ossos mais fortes por estes ficarem mais protegidos.

12. Podem detectar quebras de açucar no sangue

É necessário algum treino mas os cães, através do olfacto, podem detectar e alertar os seu donos quando o nivel de açucar no sangue destes começa a baixar para niveis perigosos o que permite aos seus donos comerem algo antes que aconteça um desmaio.

13. Ter um cão aumenta as possibilidades de namoro!

Nos Estados Unidos existem comunidades de donos de cães que marcam encontros para possivel namoro.  Seja qual for o país é fácil perceber que alguém que tem um cão terá desde logo uma afinidade suplementar com quem também tenha cães, aumentando as possibilidades de namoro… e claro…geralmente… namorar faz bem à saúde!

14. Ter um cão ajuda crianças com Desordem de Hiperactividade com Défice de Atenção  (DHDA)

Os cães podem ajudar quem sofre de hiperactividade, DHDA a planear, a concentrar-se mais, a aliviar o stresse, a exercitar-se, a libertar o excesso de energia e até mesmo a adormecer melhor.

15. Ajuda doentes com afasia

A afasia é um distúrbio da linguagem que afeta a produção ou a compreensão da fala e da habilidade de ler ou escrever.  A Afasia é resultado de uma lesão no cérebro, mais comumente resultado de um acidente vascular cerebral. Os cães podem ser treinados para perceber e executar uma serie de instruções aumentando a confiança destes doentes pelo facto de se fazerem entender.

16. Ter um cão alivia algumas dores crónicas

Os doentes com dores crónicas que reagem bem à aplicação de calor local podem tirar vantagem do calor corporal do cão para sentir algum alivio nas suas dores crónicas locais.

17. Ter um cão serve de estímulo sensorial para crianças autistas

Um cão amigavel e carinhoso ajuda as crianças autistas a tolerarem a sensação de algo encostado à sua pele. Podem também proporcionar-lhes algo para se concentrarem no meio de um ambiente confuso e ás vezes avassalador.

18. Ter um cão ajuda pessoas com artrite

O exercício físico ligeiro como arremessamento de objectos para o cão ir buscar e devolver ao dono além de divertido ajuda as pessoas com artrite.

19. O sistema imunitário fica mais forte

Estudos mostram que crianças criadas com cães têm niveis mais elevados de alguns marcadores orgânicos associados a um sistema imunitário mais eficaz.

20. Protegem donos com epilépsia

Os cães podem ser treinados para ladrar quando o seu dono com epilépsia está a ter um ataque ou convulsão. Outros podem ser treinados para se encostarem ao corpo do seu dono e evitar que este tenha mais lesões traumáticas durante a convulsão.

Este é um post especial:

Este post é verdadeiramente especial para mim! A inspiração para abordar este tema surgiu depois da família me convencer que era bom para nós, como família, adoptar um cachorro recém nascido que tinham conhecido e que de outra forma poderia ter um final triste! Era lindo diziam os filhos e a esposa…!  Lá fui dizendo que um cão é como uma “pessoa especial”, percebe tudo, é amigo, fiel, meigo e emotivo… e nós, depois de o aceitar em nossa casa, não o podiamos desiludir! Por isso pensem muito bem antes de avançar, disse eu!

A “Maia” é uma cadela e já faz parte da nossa família! O que posso testemunhar é que sem dúvida toda a família está mais FELIZ! Ela é a capa deste post!

Este post ainda tem muito para ler!

NO FINAL 50 ARTIGOS EXTRAORDINÁRIOS GRÁTIS!

Fique bem!

Franklim Fernandes AUTOR DO BLOG MELHORSAUDE.ORG

Cão detecta cancro da tiroide

ter um cão melhorsaude.org

Cancro da tiroide pode ser detectado por cães especiais

Introdução

Um cão treinado por investigadores norte-americanos conseguiu detetar o cancro da tiroide em pessoas não diagnosticadas, segundo um estudo apresentado na reunião anual da Sociedade de Endocrinologia dos Estados Unidos, em San Diego.

O cão, um pastor alemão chamado Frankie, acertou o diagnóstico em 88,2% dos casos farejando a urina de 34 pessoas que participaram na experiência.

Tiroide

Localização da Tiroide

Porque são especiais os cães?

Os cães têm um olfato dez vezes mais sensível que o do homem, por isso a equipa de investigadores acredita que “os médicos poderiam utilizar cães treinados para detetar a presença de cancro da tiroide ainda em estádios iniciais”, disse Donald Bodenner, especialista em endocrinologia oncológica da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Arkansas e autor principal do estudo.

No entanto, Donald Bodenner não sugere que sejam tomadas decisões de tratamento dos pacientes apenas a partir do diagnóstico canino, adiantando que a precisão do cão foi ligeiramente inferior a uma biópsia por aspiração com uma agulha fina, o método habitual.

Como foi treinado o cão?

Para o estudo, a equipa treinou previamente Frankie para que este reconhecesse o odor que liberta o tecido tiróideo com cancro a partir de amostras extraídas de múltiplos pacientes.

Posteriormente, os investigadores deram-lhe a cheirar as amostras de urina de 34 pacientes antes de se submeterem a uma biópsia dos nódulos tiróideos, em que 15 pessoas foram diagnosticadas com cancro e 19 deram negativo.

Frankie, que foi treinado para deitar-se quando identifica o cancro, acertou em 30 dos 34 casos.

Os investigadores indicaram que preveem ampliar o seu estudo e colaborar com a Faculdade de Veterinária da Universidade de Auburn, uma vez que a deteção de odores por parte de cães tem a vantagem de ser um método não invasivo e de baixo custo.

Fonte: Agência LUSA

melhorsaude.org
MORDIDAS DE ANIMAIS e ter cão melhorsaude.org

Mordidas e arranhões de animais? O que fazer?

Se for mordido ou arranhado por um animal, a ferida poderá infectar. Limpe a ferida imediatamente e procure ajuda médica o mais rápido possível.

Mesmo que o animal pertença à sua família, deve seguir estes procedimentos:
  • Lave muito bem a ferida com água e sabão.
  • Pressione a área para interromper a hemorragia.
  • Quando a hemorragia parar, aplique um creme com oxido de prata na ferida para evitar infecções.
  • Cubra a mordida ou o arranhão com uma ligadura limpa.
  • Obtenha socorro médico no mesmo dia se possível.

Muitas mordidas são ferimentos que podem ficar infectados se não forem bem limpos. No caso da necessidade de pontos, eles devem ser feitos nas primeiras 12 horas após uma mordida.

Como tratar mordidas de pessoas?

Pois é… os humanos também ferram uns aos outros! Mordidas de humanos devem ser tratadas com os mesmos primeiros socorros e urgência de socorro médico que mordidas de animais. Se for uma criança deverá tomar a vacina contra o tétano se não tiver tomado nos últimos cinco anos. Se for um adulto precisa da vacina a cada 10 anos.

Siga o tratamento indicado pelo seu médico. Todos os dias, até a cicatrização completa da ferida, remova a ligadura e verifique a ferida. Limpe a ferida com água e sabão e coloque uma ligadura limpa até que a ferida fique boa.

Quando devo ligar ao médico?

Ligue ao seu médico se:

  • A ferida ficar vermelha, inchada, quente ao toque ou mais dolorida.
  • Aumentar a secreção ou a ferida exalar mau cheiro.
  • Houver febre de mais de 38 graus C, medida pela boca.

O que devo fazer em relação ao animal?

  • Ligue ao médico imediatamente se não conhecer o dono do animal que mordeu . O animal pode ter raiva.
  • Se o animal for doméstico, tente encontrar o dono. Descubra se o animal é vacinado contra raiva e a data em que foi vacinado. O médico precisa saber estes detalhes para planear o tratamento.
  • Se possível, coloque o animal numa área cercada e longe das pessoas e de outros animais durante 10 dias. Observe se há mudanças no seu comportamento. Não tente prender um animal selvagem ou feroz. Chame a polícia ou o centro de controle de zoonoses.
  • Se for mordido por morcegos ou dormiu num local com um morcegos, deve consultar um médico.

Como agir em segurança com animais?

  • Nunca incomodar um animal quando ele estiver a comer.
  • Não puxar as orelhas ou o rabo do animal.
  • Pegar o animal ao colo devagar.
  • Lavar as mãos depois de brincar com um animal.
  • Não alimentar animais selvagens ou desconhecidos.
  • Crianças pequenas não devem colocar as mãos em gaiolas ou aquários.
  • Manter animais com guias e coleiras.

O que fazer se um cão ameaçar atacar?

  • Nunca grite nem corra.
  • Permaneça parado com as mãos nas laterais do corpo. Evite olhar nos olhos do cão. Quando o cão perder o interesse por si, ande lentamente para trás até que o cão saia do campo de visão.
  • Se o cão atacar, coloque o seu casaco, mochila ou qualquer outro objeto entre você e o cão.
  • Se você cair ou for derrubado, encolha-se formando um círculo, com as mãos sobre os ouvidos, e não se mexa. Tente não gritar nem rolar para os lados.
  • Afaste-se sempre que um cão estiver rosnando ou começar a rosnar quando se aproximar dele. Nunca corra!

7 DORES EBOOK GRÁTIS melhorsaude.org melhor blog de saude

 

40 FACTOS FASCINANTES SOBRE O CÃO

  • A relação entre os seres humanos e os cães como animais de estimação remonta a 12.000 anos
  • Nem tudo é preto ou branco para os cães. Os cães têm dois cones nos olhos, o que lhes permite ver as cores na escala de azul e amarelo
  • Se não forem esterilizados ou castrados, um cão podia reproduzir a sua prole até 66.000 durante  seis anos.
  • Os cães podem entender até 250 palavras e gestos!
  • Estima-se que 1.000.000 cães tenham sido mencionados na herança e vontade final dos seus donos nos EUA.
  • A música dos Beatles, A Day in the Life, tem um apito no final. O apito foi incorporado especialmente para o cão de Paul McCartney.
  • Border Collie, são os viciados no trabalho no mundo dos cães, e são também considerados a raça mais inteligente.
  • O galgo afegão, pelo contrário, é considerado o cão menos inteligente.
  • A famosa raça São Bernardo tem este nome devido ao Grande São Bernardo Hospice, localizado nos Alpes suíços. O sanatório usa estes gentis gigantes para resgatar as vítimas das tempestades nos Alpes.
  • O faro de um cão é 10.000 a 100.000 vezes mais forte do que o dos humanos.
  • Rin Tin Tin foi o primeiro cão a entrar num filme de Hollywood.
  • A raça Basenji é a única que não late.
  • Zeus, um dogue alemão de Michigan, EUA, foi nomeado o cão mais alto do mundo pelo Guinness World Records em 2012 e 2013 com 1,12 metros de altura e 70 kg.
  • Ossos caninos enterrados no sítio de Koster em Greene County, Illinois, EUA, com uma idade estimada de 8.500 anos, sugere que o cão é uma evolução do lobo.
  • O terrier checo é a raça mais rara, com 350 deles ainda vivos.
  • Os cães conseguem reconhecer o cheiro de uma gama de compostos orgânicos, o que lhes permite diagnosticar sinais de cancro, diabetes e ataques epiléticos em seres humanos
  • Uma série de incidentes envolvendo o colapso de postes de iluminação na Croácia em 2003 foram atribuídos aos efeitos da urina dos cães que são corrosivos.
  • Os galgos conseguem atingir velocidades superiores a 70 quilómetros por hora.
  • Um cão pode localizar a origem de um som em 6/ 100 de um segundo, usando as orelhas como radar.
  • A raça Pequinês foi usada como última linha de defesa dos imperadores chineses. Os cães escondiam-se nas mangas dos imperadores.
  • O Presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt enviou 15.000 dólares para ir buscar o seu cão Scottie.
  • Na Russia, os cães usam o metro para procurar comida em áreas mais populosas.
  • Um estudo realizado em 2009 pela professora Alexandra Horowitz descobriu que os cães tendem a sentir-se culpados quando sabem que estão a fazer algo de errado.
  • Atualmente, existem 339 raças de cães reconhecidas, de acordo com a Organização Mundial Canina.
  • Medindo apenas 10 cm de altura, Boo Boo, um Chihuahua,foi declarado o cão mais pequeno do mundo pelo Guinness World Records em 2010.
  • Devido a uma membrana especial, chamada de tapetum lucidum, os cães são capazes de ver no escuro.
  • Chihuahuas devem o seu nome a um Estado no Mexico onde foram descobertos.
  • A Bíblia sagradas menciona cães 14 vezes.
  • Os cães enrolam-se durante o sono para proteger os seus órgãos vitais e o abdómen dos predadores.
  • Uma recompensa de 300.000 US dolares foi doada aos cães da Alfândega Americana, Rocky e Barco, pela sua eficiência na apreensão de um cartel de drogas na fronteira com o México.
  • Laika foi a primeira cadela a ser enviada ao Espaço num satélite soviético em 1957.
  • ‘Max’ é o nome mais popular do mundo para chamar aos cães.
  • Em estimativa, 62% das casas americanas têm cães — isso é aproximadamente 72.9 milhões de casas!
  • Se apanhar o seu cão a contorcer-se ou a mover as patas enquanto dorme, pode estar seguro de que ele está a sonhar.
  • Os cães são capazes de prever mudanças de tempo. Assim, se o seu cão está agindo de forma estranha pode ter que ver com uma tempestade que aí venha.
  • Existem aproximadamente 525 milhões de cães no planeta.
  • Os cães têm capacidades terapêuticas e são usadas na terapia desde 1700.
  • A maioria das espécies caninas têm mais ou menos 18 músculos para mover, inclinar e girar as suas orelhas.
  • Serem abraçados não é um dos carinhos preferidas dos cães, pois consideram o gesto como sinal de domínio.
  • Em geral, um cão vive entre oito e quinze anos.

Colesterol melhorsaude.org melhor blog de saude

RECURSOS ÚTEIS

Como dar banho ao cão de forma correcta?

O que vou precisar de ter à mão?

Dar banho é um dos cuidados básicos do cão. Vejamos o que é necessário para um bom banho do seu cão:

1.Champô (para cão)
2.Escova e/ou pentes
3.Toalhas para secar o seu cão
4.Secador de cabelo

Antes de iniciar o banho tenha o champô, as escovas e as toalhas ao seu alcance. Se possível vista uma roupa que não se danifique com a água ou coloque um avental, pois é posssível que possa ser salpicado nesse processo!

Como convencer os cães que não gostam de tomar banho?

Acostume o seu cão ao contacto com a água desde pequeno, de forma a que quando ele crescer, o banho seja mais agradável para o dono e para o animal. Se o seu cão for daqueles que fogem assim que sente ou ouve água a correr, a adaptação ao banho deve ser gradual. Brinque com ele. Quando ele não se incomodar com a água, comece a molhá-lo primeiro com a mão, só depois com o chuveiro. A água deve estar sempre morna para ele não sentir frio.

Qual o melhor champô para o seu cão?

A melhor opção é utilizar um champô para cão, neutro, indicado para todos os tipos de pele. Nunca utilize champô para humanos, pois a pele e o pêlo dos cães têm características diferentes da sua (pH). Os cães com pêlo mais longo precisam de champô condicionador (mais uma vez próprio para cães).

Como começar e terminar o banho?

Depois de molhar o cão, aplique uma pequena quantidade de champô de forma a evitar o contacto com os olhos ou orelhas. Comece por esfregá-lo na coluna, sob a barriga, as pernas, a cauda e, por fim, a cabeça, não esquecendo a parte inferior. Lave com o chuveiro ou um jarro de água morna, evitando novamente a zona dos olhos e a parte interna das orelhas.

Utilize as mãos para ajudar a remover o champô.

Seque muito, muito bem o seu cão. Não pode ser num sítio onde haja corrente de ar. Enrole-o na toalha e esfregue-o, para absorver bem a água. Use mais do que uma toalha se necessário e se tiver aquecedor de toalhas, não hesite. Se ele ficar húmido, vai ter frio e detestará o banho.

A escolha de produtos de higiene adequados é fundamental.

Finalmente lembre-se sempre que os cães são muito Amigos e emocionalmente sensiveis pelo que merecem o nosso melhor carinho :)

Fonte: Globlavet

Fique bem!

Franklim Fernandes

Por favor PARTILHE ESTE ARTIGO e ajude imensas pessoas a cuidarem melhor dos seus cães que bem merecem!

BIBLIOTECA SOBRE SAÚDE ANIMAL

A biblioteca melhorsaude animal é um recurso excepcional porque contém dezenas de artigos em pdf, elaborados por veterinários, sobre os mais variados e comuns temas de saúde animal, incluindo animais domésticos, como cães e gatos, mas também animais de criação como bovinos, suinos e aves.

Artigos grátis disponiveis na nossa área reservada:

  • Como fazer a desparasitação externa do cão?
  • Como fazer a desparasitação interna do cão?
  • O cachorro, que cuidados deve ter?
  • Quais os medicamentos perigosos para o gato?
  • Como controlar as pulgas?
  • Como proteger a saúde do cão?
  • Como proteger a saúde do gato?
  • Qual a melhor alimentação para o cão?
  • Como admnistrar medicamentos a gatos?
  • Afcções do tracto urinário inferior dos felinos
  • Otites externas
  • O que deve saber sobre a contracepção na gata?
  • Doenças de pele dos cães e dos gatos
  • Osteoartrite em cães e gatos
  • Como fazer a higiene oral dos animais de companhia?
  • Diarreia no cão e no gato, como tratar?
  • Doenças oftalmológicas em cães e gatos
  • Afecções respiratórias em gatos
  • Insuficiência cardiaca canina
  • Intoxicação do cão pela lagarta do pinheiro
  • Alimentação dietética preventiva em cães
  • Intoxicação do gato por utilização incorrecta de antiparasitários externos
  • Envenenamento em animais de companhia
  • O cão de caça, que cuidados deve ter?
  • O cão senior, que cuidados deve ter?
  • Parvovirose
  • Toxoplasmose
  • Leishmaniose
  • Dirofilariose
  • Reprodução dos animais domésticos
  • Animais de produção
  • A mastite da vaca leiteira
  • A diarreia neonatal do leitões
  • A diarreia em vitelos
  • O ectima contagioso dos cabritos e dos borregos
  • Doenças dos coelhos
  • Doenças dermatológicas dos coelhos
  • Doenças das aves de capoeira
  • Coccidiose das galinhas
  • Os pombos, cuidados a ter
  • Pneumonia nos bovinos
  • Doenças respiratórias dos suínos
  • Disturbios alimentares dos ruminantes
  • Peeira dos pequenos ruminantes
  • Desparasitação de pequenos ruminantes
  • Cólicas em equideos
  • Desparasitação em equinos
  • Língua azul

Clique aqui para receber no seu email o link de acesso grátis

OFERTA de 3 EBOOKS GRÁTIS:

  • 7 DORES QUE NÃO DEVE NUNCA IGNORAR
  • COMO EVITAR AVC E ENFARTE
  • DOR NA COLUNA

Clique na imagem para descarregar

 

EBOOKS GRÁTIS MELHORSAUDE.ORG MELHOR BLOG DE SAUDE

 

FRIO 2017: COMO PROTEGER PESSOAS E ANIMAIS?



Frio guia 2017: Como proteger pessoas e animais de companhia? A Direcção Geral de Saúde alerta para os perigos da vaga de frio que se aproxima. O frio intenso pode trazer diversos perigos para a sua saúde e dos seus “queridos” animais de companhia principalmente cães e gatos. Previna-se protegendo-se e protegendo-os devidamente com medidas simples mas eficazes.

Mais à frente neste artigo relembro também o que são as frieiras causadas pelo frio e qual o melhor tratamento.

Artigo actualizado em Janeiro de 2017

Neste artigo vou tratar as seguintes questões:

  • Quais as medidas aconselhadas pela Direcção Geral de Saúde na protecção contra o frio?
  • Qual a melhor alimentação para se proteger do frio?
  • Quais os outros cuidados a ter com o frio?
  • Quais as pessoas mais vulneráveis ao Frio?
  • Como proteger do frio?
  • Frieiras causadas pelo frio: O que são?
  • Frieiras: Qual o melhor tratamento?
  • Como evitar as frieiras?
  • Como proteger do frio os animais?
  • Quais os animais mais vulneráveis ao frio?
  • Quais os cuidados a ter com as fontes de calor?
  • Como reforçar a alimentação dos animais?

EBOOKS + ARTIGOS EM PDF + VIDEOS + 100 RECURSOS

Por vezes, num minuto, encontramos uma informação tão preciosa que muda a nossa vida e saúde de forma extraordinária!

You have Successfully Subscribed!

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

O frio está aí e pode ser muito perigoso para algumas pessoas. Descrevemos de seguida as medidas aconselhadas pela Direcção Geral de Saúde:

1. Verificar a manutenção dos equipamentos utilizados para aquecimento antes de os utilizar;

2. Se utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos a gás mantenha a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases nocivos à saúde;

3. Não utilizar equipamentos de aquecimento de exterior (esplanadas) em espaços interiores porque emitem um calor demasiado intenso e perigoso para o interior das habitações.

4. Antes de se deitar ou sair de casa certifique-se de que apagou ou desligou os equipamentos de aquecimento, de forma a evitar fogos ou intoxicações;

Frio melhorsaude.org

5. Não fique demasiado perto da fonte de calor. Tenha especial atenção com os idosos e crianças para evitar queimaduras.

Frio: Como pode proteger-se?

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

  • Use várias camadas de roupa adequadas à temperatura ambiente;
  • Proteja as extremidades do corpo (use luvas, gorro, meias quentes e cachecol);
  • Ingira bebidas e alimentos quentes.

Alimentação: Como combater o frio?

O frio intenso pode reduzir a sensação de sede, provocar subidas na glicemia e aumentar o risco para as pessoas com doença cardiovascular, pelo que todos os cuidados são essenciais. Neste sentido o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável da Direção-Geral da Saúde reforçou as principais recomendações alimentares que podem ser adotadas nestes dias:

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Resumindo os principais cuidados alimentares para combater o frio:

  • Faça refeições mais frequentes encurtando as horas entre elas.
  • Mantenha-se hidratado. O tempo frio e seco também favorece a desidratação, aumentando o risco de doença e mau funcionamento renal, tornando o consumo regular de água e, consequentemente, uma hidratação adequada ao longo do dia, essencial.
  • Para além da água (com ou sem gás) opte por bebidas sem adição de açúcar como infusões ou tisanas. Lembre-se da sopa de hortícolas como opção hidratante enriquecida em nutrientes.
  • Lembre-se dos alimentos desta época. As romãs, as abóboras, as tangerinas, as beldroegas ou os dióspiros. Estes alimentos são interessantes fornecedores de água e de susbtâncias com capacidade antioxidante, que poderão ajudar na prevenção de doença crónica.
  • Inclua outros frutos e hortícolas no seu dia alimentar. Estes alimentos são ricos em nutrientes que podem ajudar o sistema imunitário no combate a infeções e doenças características desta época.
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Ao contrário do que pode parecer, a sua ingestão provoca vasodilatação com perda de calor e arrefecimento do corpo.
  • Nesta época do ano, a exposição solar diminui substancialmente. Consuma alimentos com teores mais elevados em vitamina D como é o caso de peixes como a sardinha, atum e a cavala. Ou prefira leite fortificado com Vit. D. Esta sugestão é particularmente importante para pessoas idosas.

Frio: Quais os outros cuidados?

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Frio melhorsaude.org

Quais as pessoas mais vulneráveis ao frio?

  • Crianças;
  • Idosos;
  • Doentes crónicos, principalmente com problemas respiratórios e cardiovasculares;
  • Os sem-abrigo;
  • Pessoas cuja habitação tenha mau isolamento térmico.

FRIEIRAS do frio melhorsaude.org melhor blog de saude

Frieiras e frio 2017: Em Portugal frieira é um termo usado para descrever uma doença com, sintomas dermatológicos, provocada pela exposição ao frio. No Brasil o termo frieira tem um significado diferente pois descreve uma micose na pele causada por fungos, do tipo “pé de atleta“. Esta clarificação é muito importante pois sendo este um Blog visitado por toda a comunidade de língua Portuguesa de quando em vez os significados da nossa língua materna divergem.

Neste espaço vamos tratar as frieiras causadas pelo frio e não as micoses. No entanto, quem estiver interessado em micoses pode ler um dos meus posts mais partilhados do blog sobre fungos nas unhas aqui! Leia também o artigo sobre pé-de-atleta.

As principais questões sobre frieiras são as seguintes:

  • O que são frieiras (“do frio”)?
  • Que zonas do corpo são mais afectadas?
  • Quais os sintomas?
  • Qual o aspecto da pele afectada?
  • Quem são as pessoas mais sensíveis ás frieiras?
  • Qual a causa?
  • Qual o melhor tratamento?
  • Que cremes podem ser aplicados com eficácia?
  • Quando deve consultar o médico por causa das frieiras?
  • Os cremes com cortisona ajudam ou não?
  • Existem produtos naturais eficazes?

EBOOKS + ARTIGOS EM PDF + VIDEOS + 100 RECURSOS

Por vezes, num minuto, encontramos uma informação tão preciosa que muda a nossa vida e saúde de forma extraordinária!

You have Successfully Subscribed!

O que são frieiras?

São uma doença provocada pela exposição ao frio que atinge, sobretudo, as zonas mais expostas ao ar e humidade, tais como:

  • Mãos,
  • Pés,
  • Nariz,
  • Orelhas.

Pode também aparecer, embora menos frequentemente, nas seguintes partes do corpo:

  • Cotovelos,
  • Joelhos,
  • Partes inferiores das pernas.

Quais os sintomas de frieiras?

Manifesta-se por uma inflamação dolorosa da pele que fica branca, fria, insensível, com comichão, inchada e vermelha. Em casos mais graves, podem levar à formação de bolhas e dar origem a feridas.

Mãos com frieiras melhorsaude.org melhor blog de saude
Mãos com frieiras simples, sem bolhas nem feridas.
Mãos com frieiras graves melhorsaude.org melhor blog de saude
Mãos com frieiras graves, já com bolhas

Não sendo uma doença grave, é, no entanto, bastante incomodativa provocando algum sofrimento.

Quem são as pessoas mais sensiveis às frieiras?

As pessoas que sofrem mais de frieiras são as que desenvolvem uma reacção anormal ao frio. Têm dificuldade em manter a temperatura corporal das zonas expostas, por alterações verificadas nos pequenos vasos sanguíneos superficiais que se contraem e apertam excessivamente, não permitindo que o sangue circule, normalmente, até às extremidades e aqueça a pele. Afecta particularmente dois grupos de pessoas:

  • Mulheres jovens,
  • Idosos.

Qual a causa das frieiras?

Na sua origem parecem intervir factores genéticos, hormonais (as mulheres possuem pior circulação nas extremidades e reagem pior a mudanças de temperatura, devido nomeadamente às alterações menstruais) e problemas circulatórios.

As condições climatéricas tais como o frio e a humidade são factores desencadeantes e agravantes. A doença é mais frequente nos meses de inverno e nas regiões com temperaturas mais baixas e húmidas (a humidade aumenta a condutividade do frio) e em particular nos meios rurais. Aqui, também, relacionada com o tipo de trabalho realizado na agricultura que expõe as pessoas mais frequentemente ao frio.

Qual o melhor tratamento?

Os cuidados preventivos são essenciais para evitar o aparecimento das queixas sendo as medidas mais eficazes as seguintes:

  • Casas bem aquecidas;
  • Usar roupas adequadas (luvas, calçado apropriado, gorros de lã, etc.) de protecção contra o frio;
  • Se tiver tendência para sofrer de frieiras deve proteger-se do frio, cobrindo as zonas afectadas com roupa de preferência de lã;
  • Melhoram com o calor pouco intenso e com a massagem suave da zona afectada;
  • O exercício físico moderado é útil, pois activa a circulação sanguínea aumentando a temperatura corporal;
  • Não deve aquecer directamente as mãos no calorífero a altas temperaturas;
  • Evitar lavagens repetidas das mãos por causa da louça e outras actividades domésticas pois facilitam o aparecimento de frieiras.

Livros grátis melhorsaude.org melhor blog de saude

Existe algum creme à venda na Farmácia para tratar as frieiras?

Sim, existe um creme utilizado com eficácia, desde que não se trate de frieiras graves e feridas complicadas, a saber:

Trata-se de um creme regenerador, que tem as seguintes propriedades terapeuticas:

  • Ação antisséptica,
  • Rubefaciente,
  • Hidratante,
  • Anti-pruriginosa.

Regenera, protege e cuida a pele exposta ao frio e elivia a comichão provocada pelas frieiras. Aplique nas pele 3xdia durante 7 dias.

Existe algum creme para frieiras e pele gretada?

Sim, existe um creme que trata não só as frieiras mas também é adequado se existirem gretas, a saber:

Akilhiver Creme Frieiras assegura a regeneração cutânea, hidrata, atenua as sensações de desconforto (formigueiro e prurido), reforça a resistência da pele ao frio e a circulação venosa.

Como tratamento aplique através de movimentos circulares sobre as zonas sujeitas a frieiras.  Como prevenção aplique diariamente em toda a superfície das mãos e pés, até 3xdia durante 7 dias.

Quando deve consultar o médico por causa das frieiras?

As frieiras são difíceis de tratar e podem persistir por vários anos. Em geral curam-se por si só, apenas com o recurso às medidas preventivas. No entanto em casos graves podem ter utilidade fármacos com acção vasodilatadora que melhoram a circulação do sanguínea nas extremidades. Também deve solicitar um conselho médico se as frieiras criarem bolhas ou ulcerarem, pois podem necessitar de cuidados especiais.

Os cremes com “cortisona” ajudam?

É errado aplicar cremes com cortisona, pois estes produzem uma vasoconstrição secundária, que vai agravar ainda mais o problema circulatório que é a causa desta doença. Muitas pessoas aplicam estes cremes por causa da eficácia sobre o prurido ou comichão mas os efeitos secundários podem ser bastante graves pois as chamadas “cortisonas” deprimem o sistema imunitário e, no que concerne à pele, aceleram muito o seu envelhecimento degradando, por isso, a capacidade da pele se regenerar e “auto-proteger”!

Os produtos naturais são eficazes?

Existem produtos “naturais” usados nas frieiras, mas sem estudos científicos que comprovem quaisquer benefícios no seu tratamento, pelo que devem ser evitados. Muitos deles, para além de não terem utilidade terapêutica, podem causar ainda mais irritação na pele.

Colesterol melhorsaude.org melhor blog de saude

Como proteger do frio o seu cão e gato?

Frio, proteja os seus animais, principalmente os de pelo curto. melhorsaude.org
Frio, proteja os seus animais, principalmente os de pelo curto melhorsaude.org

Como proteger os animais do frio?

Com a chegada do Outono, a temperatura baixa e tanto os humanos como os animais sofrem com o frio. Os cães e gatos de pelagem curta são os que mais sofrem nesta época.

Algumas das medidas mais importantes para proteger os animais do frio são:

  • Mantenha os seus animais de estimação dentro de casa quando temperatura baixa.
  • Quando sair com eles para efectuar os passeios higiénicos acompanhe-os nunca os deixando ir sozinhos à rua.
  • Quando sentir que o frio se torna exagerado, regresse para casa pois os animais também sentirão vontade de regressar.
  • Certifique-se que eles têm um abrigo quente e sólido contra o vento, uma cama adequada e água disponível.
Gatinho protegido do frio. melhorsaude.org
Os gatos mais jovens são particularmente sensiveis ao frio, principalmente se forem de pelagem curta, pelo que necessitam de maior protecção!

Quais os animais mais sensiveis ao frio?

Os animais que não estão de boa saúde não devem ser expostos às baixas temperaturas. Os animais muito jovens e muito velhos são mais vulneráveis ao frio. Independentemente da sua saúde, os animais não devem ficar no exterior em condições adversas.

Cuidado com as fontes de calor!

Para se aquecerem, os gatos vão aconchegar-se junto de fontes de calor para permanecer aquecidos o que inclui os motores dos carros. Antes de ligar o motor, verifique debaixo do carro se tem gatos alojados na zona dos pneus ou faça barulho a buzinar ou bater no capô.

Se acender uma lareira ou ligar aquecedores para manter a sua casa quente o calor será tão atractivo para os animais de estimação para as pessoas. Como o seu cão ou gato tende a chegar perto do calor para se aquecer, mantenha-se atento para garantir que nem a cauda, as patas ou o focinho entram em contacto com chamas ou superfícies quentes de aquecedores.

Tome atenção pois os animais podem queimar-se ou derrubar uma fonte de calor e criar perigo para eles próprios e para toda a família.

Reforce a alimentação

No período mais frio do ano convém prestar atenção à saúde dos animais. Reforce a qualidade da alimentação e se necessário forneça-lhe suplementos alimentares que ajudem a reforçar as suas defesas.

Se notar alterações de saúde consulte o veterinário. Animais diabéticos, com doenças cardíacas, renais ou com desequilíbrios hormonais podem ter mais dificuldade para regular o seu próprio calor corporal.

Fique bem!

Franklim Fernandes

Bibliografia:

Por favor PARTILHE este artigo!

Outro artigos de interesse:

Gripe ou constipação melhorsaude.org melhor blog de saude

PNEUMONIA melhorsaude.org melhor blog de saude

SINUSITE melhorsaude.org melhor blog de saude

DOR DE GARGANTA melhorsaude.org melhor blog de saude

Tosse melhorsaude.org melhor blog de saude

REALIDADES OU MITOS SOBRE CÃES !

Mitos ou realidades sobre cães
Mitos ou realidades sobre cães

8 MITOS OU REALIDADE SOBRE CÃES

É frequente as pessoas referirem questões sobre a saúde, a alimentação ou o bem-estar dos animais, como certas mas que, de facto, não corresponde à realidade e algumas transformam-se em verdadeiros mitos. Vejamos apenas alguns exemplos:

1. O cão está como o nariz morno e seco, por isso tem febre e está doente! Mito ou realidade?

Mito:  O nariz seco de um cão não tem relação direta com sua saúde. É através de colheita de temperatura retal que se pode avaliar se os animais têm febre ou não.

A temperatura dos animais deve ser verificada com o recurso a um termómetro de ponta flexível. É fundamental prestar atenção aos sinais que podem ajudar a detectar problemas potenciais, como corrimentos nasais, inchaço, dificuldade respiratória. Se estes sinais persistirem é importante a consulta do veterinário.

2. Os cães podem comer ossos! Mito ou realidade?

Mito:  Embora os cães no estado selvagem pudessem muitas vezes ingerir os ossos das suas presas, a verdade é que esta prática coloca a sua vida em sério risco. No caso da ingestão de ossos, os cães podem facilmente sofrer uma perfuração gástrica ou intestinal ou mesmo uma obstrução intestinal.
Estas patologias podem rapidamente provocar a morte do animal e requerem uma intervenção urgente do Médico Veterinário.

3. Repetir algo várias vezes para que o cão aprenda! Mito ou realidade?

Meia verdade:  Tanto eles podem aprender algo instantaneamente, como também pode ser necessária a repetição da atividade, assim ele irá memorizar o comportamento desejado pelo seu dono.

4. A boca do cão é mais limpa que a do homem! Mito ou realidade?

Mito: Dizer que a boca do seu cão é mais limpa que a sua é um erro. Não esqueça que você escova os dentes várias vezes ao dia. O cão por sua vez só tem os dentes escovados no veterinário.

A boca de um cão está cheia de bactérias, já que eles cheiram e comem muita coisa, como lixo, comida estragada e até mesmo fezes. Não se esqueça de que ele também lambe o próprio focinho e limpa suas partes íntimas!

Não se deve dar ossos aos cães nem objectos perigosos com pontas ou arestas afiadas para brincarem
Não se deve dar ossos aos cães nem objectos perigosos com pontas ou arestas afiadas para brincarem

5. Abanar o rabo é sinónimo de felicidade! Mito ou realidade?

Meia verdade:   Os cães abanam o rabo por vários motivos tais como alegria, ansiedade, raiva e até medo. É importante avaliar o comportamento do cão como um todo e observar as orelhas, posição da cabeça e seus dentes.

6. Um cão pequeno adapta-se mais fácilmente a um apartamento! Mito ou realidade?

Mito: As características individuais e de raça devem ser consideradas. Cães grandes e tranquilos podem viver melhor num apartamento do que cães pequenos e agitados.

7. A visão dos cães é a preto e branco! Mito ou realidade?

Mito:   Os cães não possuem a mesma gama de cores que os seres humanos. Os olhos dos cães possuem apenas duas células conhecidas como cones, enquanto nós possuímos três. Eles vêm uma escala de cores de amarelos e azuis e as suas combinações.

8. As cadelas precisam de ter uma ninhada antes da castração! Mito ou realidade?

Mito:  Os cães não pensam como nós, seres humanos. Eles não ficam tristes se não tiverem filhotes ou se não cruzarem ao longo da vida. Se o dono não os expuser a essa situação, eles nunca saberão do que se trata.

Muitas cadelas rejeitam os seus filhotes assim que nascem, deixando para seus donos a responsabilidade de limpar, cuidar, vacinar e doar os filhotes depois de certo período. Se for feita a castração o quanto antes, é possível evitar o aumento da população de cães abandonados e prevenir doenças no aparelho reprodutor da cadela antes mesmo do primeiro cio.

Outros artigos sobre saúde animal:

Como proteger os seus animais do frio?

Como combater as bolas de pêlo nos gatos?

Como dar correctamente banho ao cão?

PARTILHE com os seus amigos este artigo e esteja bem informado sobre os seus animais… eles merecem o melhor tratamento

http://www.melhorsaude.org

 

O BANHO DO CÃO! SERÁ QUE SABE DAR CORRECTAMENTE BANHO AO SEU CÃO?

http://www.melhorsaude.org

Cachorro-banho-seco

 

NA HORA DO BANHO

Dar banho é um dos cuidados básicos do cão. Vejamos o que é necessário para um bom banho do seu cão:

1.Champô (para cão)
2.Escova e/ou pentes
3.Toalhas para secar o seu cão
4.Secador de cabelo

Acostume o seu cão ao contacto com a água desde pequeno, de forma a que quando ele crescer, o banho seja mais agradável para o dono e para o animal.

Antes de iniciar o banho tenha o champô, as escovas e as toalhas ao seu alcance. Se possível vista uma roupa que não se danifique com a água ou coloque um avental, pois é posssível que possa ser salpicado nesse processo!

Se o seu cão for daqueles que fogem assim que sente ou ouve água a correr, a adaptação ao banho deve ser gradual.

Brinque com ele. Quando ele não se incomodar com a água, comece a molhá-lo primeiro com a mão, só depois com o chuveiro. A água deve estar sempre morna para ele não sentir frio.

Qual o melhor champô para o seu cão?

A melhor opção é utilizar um champô para cão, neutro, indicado para todos os tipos de pele.

Nunca utilize champô para humanos, pois a pele e o pêlo dos cães têm características diferentes da sua (pH).

Os cães com pêlo mais longo precisam de champô condicionador (mais uma vez próprio para cães).

Depois de molhar o cão, aplique uma pequena quantidade de champô de forma a evitar o contacto com os olhos ou orelhas.

Comece por esfregá-lo na coluna, sob a barriga, as pernas, a cauda e, por fim, a cabeça, não esquecendo a parte inferior.
Lave com o chuveiro ou um jarro de água morna, evitando novamente a zona dos olhos e a parte interna das orelhas.

Utilize as mãos para ajudar a remover o champô.

Seque muito, muito bem o seu cão. Não pode ser num sítio onde haja corrente de ar. Enrole-o na toalha e esfregue-o, para absorver bem a água. Use mais do que uma toalha se necessário e se tiver aquecedor de toalhas, não hesite. Se ele ficar húmido, vai ter frio e detestará o banho.

A escolha de produtos de higiene adequados é fundamental.

Finalmente lembre-se sempre que os cães são muito Amigos e emocionalmente sensiveis pelo que merecem o nosso melhor carinho 🙂

Fonte: Globlavet

Como acabar com as bolas de pêlo em gatos?

http://www.melhorsaude.orgbolas-de-pelos02

Combater as bolas de pêlo em gatos deve ser uma tarefa a ter em conta para manter a saúde do seu “bichinho”!

Como é sabido os gatos fazem a sua higiene diária lambendo o seu próprio pêlo.

Daqui resulta a ingestão de grandes quantidades de pêlo, que no outono e no inverno aumenta devido a uma maior queda.

Os gatos possuem na língua, pequena saliências ásperas (papilas) que funcionam como uma “lixa ou escova”, que retiram os pelos mortos soltos na superfície da pele quando o gato se lambe.

Estes pelos são engolidos pelo gato e misturam-se no estômago com restos de alimentos e secreções gástricas, formando as chamadas “bolas de pêlo”, que são uma das causas de regurgitação ou vómito.

Para evitar esta situação, devem ser administrado regularmente, aos gatos, produtos apropriados (pastas de malte) que previnem a formação das bolas de pêlo e ajudam a eliminá-los naturalmente.

Um exemplo é a pasta de malte U-VITA Malte.

Trate muito bem o seu animal…ele gosta de si…e contribua para uma Melhor Saúde Animal!

Fonte: Globalvet

 

Como proteger os animais do frio?

http://www.melhorsaude.org

Os animais bebés precisam de maior protecção
Os animais bebés precisam de maior protecção

 

Como proteger os animais do frio?

Com a chegada do Outono, a temperatura baixa e tanto os humanos como os animais sofrem com o frio. Os cães e gatos de pelagem curta são os que mais sofrem nesta época.

Algumas das medidas mais importantes para proteger os animais do frio são:

  • Mantenha os seus animais de estimação dentro de casa quando temperatura baixa.
  • Quando sair com eles para efectuar os passeios higiénicos acompanhe-os nunca os deixando ir sozinhos à rua.
  • Quando sentir que o frio se torna exagerado, regresse para casa pois os animais também sentirão vontade de regressar.
  • Certifique-se que eles têm um abrigo quente e sólido contra o vento, uma cama adequada e água disponível.
Os gatos mais jovens são particularmente sensiveis ao frio, principalmente  se forem de pelagem curta, pelo que necessitam de maior protecção!
Os gatos mais jovens são particularmente sensiveis ao frio, principalmente se forem de pelagem curta, pelo que necessitam de maior protecção!

 

Os animais que não estão de boa saúde não devem ser expostos às baixas temperaturas. Os animais muito jovens e muito velhos são mais vulneráveis ao frio. Independentemente da sua saúde, os animais não devem ficar no exterior em condições adversas.

Para se aquecerem, os gatos vão aconchegar-se junto de fontes de calor para permanecer aquecidos o que inclui os motores dos carros. Antes de ligar o motor, verifique debaixo do carro se tem gatos alojados na zona dos pneus ou faça barulho a buzinar ou bater no capô.

Se acender uma lareira ou ligar aquecedores para manter a sua casa quente o calor será tão atractivo para os animais de estimação para as pessoas. Como o seu cão ou gato tende a chegar perto do calor para se aquecer, mantenha-se atento para garantir que nem a cauda, as patas ou o focinho entram em contacto com chamas ou superfícies quentes de aquecedores.

Tome atenção pois os animais podem queimar-se ou derrubar uma fonte de calor e criar perigo para eles próprios e para toda a família.

No período mais frio do ano convém prestar atenção à saúde dos animais. Reforce a qualidade da alimentação e se necessário forneça-lhe suplementos alimentares que ajudem a reforçar as suas defesas.

Se notar alterações de saúde consulte o veterinário. Animais diabéticos, com doenças cardíacas, renais ou com desequilíbrios hormonais podem ter mais dificuldade para regular o seu próprio calor corporal.

Fonte : GlobalVet

Se gostou deste artigo não deixe de ler os seguintes relacionados com uma MELHOR SAÚDE ANIMAL :

Realidades ou mitos sobre os cães

Será que sabe dar correctamente banho ao cão?

PARTILHE com os seus amigos este artigo e ajude os nossos animais a ter uma MELHOR SAÚDE ANIMAL 🙂